quinta-feira, junho 28, 2007

O Cerco

O Cerco - nome de filme de António da Cunha Telles
Cerco - nome de um disco dos Xutos...
...

Hoje, quinta-feira, dia 28 de Junho de 2007, foi prò ar o último Trébede na RNE3 - Rádio Nacional de Espanha.

Desde a primeira emissão, a 8 de Abril de 1989, que o programa e o seu autor, Iñaki Peña, nos ofereciam - a nós, os felizardos que pudemos encontrar-nos com ele - um espaço de liberdade na rádio pública espanhola.

Mas que sentido faz esta menção aqui no Georden?
É que Trebede era um programa diferente. Dedicado às tradições musicais folclóricas, ao desenvolvimento sustentável e à defesa do meio ambiente, representava um espaço que dava voz às pessoas colectivas e individuais, para elas falarem sobre os seus problemas. E tantas denúncias se fizeram naquela antena aberta.

Após a invasão do Iraque, em 2003 - "reinava" então o PP - o programa foi proibido, por, claro está, ser uma voz alternativa à vontade do governo da altura. Grandes protestos e uma polémica que chegou ao parlamento, pela voz do grande humanista, poeta, escritor e cantor aragonês José António Labordeta, fizeram a força que pôs as coisas no seu justo lugar.

Agora, em pleno governo socialista, num país que se diz democrático ("a teoria não pode ser separada da prática, senão não faz sentido", disse Iñaki na sua última hora na rádio pública), o autor de Trébede vai ser "jubilado", que é como quem diz, reformado, que é como quem sabe - e todos os trebederos o sabemos - vai ser afastado.

Quero aqui manifestar que não me esqueço das boas horas de lucidez e boa música que pude ouvir e conhecer, incluindo muita música portuguesa que não passam nas nossas rádios que se dizem de serviço público.

Iñaki sai do ar.
Iñaki sai do ar de difusão estatal.
Mas a liberdade não se esgota aí.


Mais informações:
http://www.trebede.info/
http://www.profesionalespcm.org/sonoro/trebede.php

1 comentário:

Rogeriomad disse...

Olá Edu... como tu próprio tens vindo a dizer a música é uma fonte de inspiração. Temos de perceber o que ela nos transmite.

Havemos de falar em sede da Georden sobre música.

Abraço