quarta-feira, setembro 19, 2012

O outro buraco...


 
O "outro" buraco...
 
não o orçamental, criado pelos corruptos salta-pocinhas,
não o dos nossos bolsos, o dos "endividados", assim nos acusam,
 
mas o buraco do ozono,
 
...o outro buraco, dizíamos, só regrediu, isto é, só se tornou menos... gigante... por um bocadinho.
 
Por um bocadinho de tempo e de espaço mensurável lá no alto, em suspensão...
 
A notícia é-nos dada pelo CiênciaHoje
 
As condições de temperatura e a magnitude das nuvens estratosféricas polares este ano indicam que o grau de perda da camada será menor do que em 2011 mas, provavelmente, maior do que em 2010”, diz a Organização Meteorológica Mundial (OMM) em comunicado. O buraco sobre a Antárctica mede, actualmente, 19 milhões de quilómetros quadrados."
 
Isto é sol de pouco raiar.
Como se, paralelamente, metaforicamente - mas grave é-o, de certeza, bem mais - o saque continuasse e os corruptos, corrompíveis, corrompidores andassem, folgazões, de óculos escuros, a passear-se na nossa praça porca.
 
E isto - questão de consumo, produção e destruição - só talvez se tenha dado por um decréscimo de cada uma dessas coisas que tu e eu, como consumidores numa sociedade de consumo, consumista, consumida legitimamos, alimentamos,  mais ou menos, a cada dia que vamos vivendo, matando, morrendo.

Sem comentários: