quinta-feira, agosto 16, 2012

Arrogantes e prepotentes, assim são os Estados democráticos do "primeiro mundo"

Julian Assange está há seis semanas na embaixada do Equador em Londres à espera de asilo político.
O Ministro do dos Negócios Estrangeiros, Ricardo Patiños, comunicou há minutos que o país lhe concede um dos direitos humanos convencionados em mais que mil e uma cartas pelas Nações Unidas.

Trata-se, claro está e apenas, de perseguição política. Daí o pedido de asilo.
Óbvio.

Agora Assange terá que conseguir passar até a um aeroporto e viajar para o Equador.

Como a decisão não agrada aos cães perseguidores, porcos pestilentos, torcionários, inimigos da liberdade de expressão e dos denunciadores da corrupção, a Inglaterra ameaça retirar Assange, À FORÇA, da embaixada do Equador.

Assim é a Inglaterra, um Estado Democrático do dito primeiro mundo.
Lacaios do Poder terrorista internacional do além-Atlântico.
O que os torna iguais, terroristas também.


Ricardo Patiños declara que tal intenção da parte do governo inglês - enviada por escrito!!, vejam bem como eles seguem os protocolos internacionais! -  não passará impune.
NEM AOS NOSSOS OLHOS E OUVIDOS.

Esta é a nossa parte para a meia-dúzia de seguidores que nos lêem ficarem a saber e tomarem posição.
Não há neutralidade possível.
À neutralidade chamamos desconhecimento ou ignorância deliberada.

Sem comentários: