sexta-feira, agosto 03, 2012

33


O homem separado do seu produto produz cada vez mais poderosamente todos os detalhes do seu mundo, e assim encontra-se cada vez mais separado do seu mundo. Quanto mais a sua vida se vai tornando um produto seu, tanto mais ele está separado da sua vida.




Guy Debord, A Sociedade do Espectáculo, Ed. Antígona, 2012
O texto original data de 1967.

Sem comentários: