segunda-feira, maio 07, 2007

A Roda que Gira por si Mesma

Clique para aumentar

Trandeiras, Braga - Maio de 2007

Ah, pois é: aí vem a época em que costuma haver as festas do fogo solto. Festas mais comuns no norte que no sul do país, diga-se. Factores históricos, sociais e económicos... blá, blá, blá... E já agora, "diz que" factores naturais também andem aí metidos. Talvez...

Os bombeiros? São voluntários. Os incendiários também. Desde que lhes paguem, claro. Ou se forem os próprios a apanhar as canas.

A montagem com as duas fotos que acima se vêem põe, lado a lado, duas paisagens distintas de um mesmo monte. Sendo que uma foi captada a poucos metros da outra.

Pistas para ler as paisagens:

1 - A da direita mostra uma zona de carvalhos e sobreiros; o chão está atapetado de ervas. A sombra e a temperatura são agradáveis. Espaços como estes estão associados a uma maior humidade relativa. E - pista não menos importante - não foi atingida pelo fogo posto do ano passado. Desconhecemos se por capricho do fogo ou escrúpulo dos incendiários.

2 - A da esquerda mostra-nos uma das partes afectadas. O chão está desprotegido, o que, com a chuva, facilita a erosão hídrica e a perda daquilo que nos sustenta: o solo. Há eucaliptos a proliferar, galinha dos ovos de ouro de alguns e desgraça de todos. Óbvio que,

se arderam e caíram,

ou se arderam e só os ramos ficaram,

ou se arderam ou cortaram,

ou se arderam e cortaram,

ou se queimaram para cortar,

não há sombra e o sol bate com a força que tiver.

Floresta? Quando temos áreas razoáveis com mais que duas espécies arborícolas, aí sim temos floresta. A presença de acácias em Portugal é sintoma de desordenamento, de desmazelo e desrespeito pelo ambiente, de interesses económicos que dão milhões a meia-dúzia de empresários, de falta de uma estratégia para o mundo rural (seja ela qual for), que pauperiza as populações e as "empurra" para ganhos com essa cultura. Além disto, num país mediterrânico, acácias significam - coisa que poucos preocupa, porque somos mal educados - poluição biológica.

Será que há uma relação entre as espécies e as áreas ardidas, ou com propensão para arder? (Os estudos de engenheiros florestais e os biólogos di-lo-ão. Eu, por mim, assisti a um incêndio que se deparou com dificuldades em tragar um sobreiro).

E, depois, será que há uma relação entre as áreas ardidas e novos rebentos (de árvores e/ou de cimento e betão) ? (Obrigado, governo socrático que já não impede que se construa durante um período de 10 anos após o sinistro).

Em suma, incêndios semeam mais incêndios. Entre um incêndio e o seguinte, ao contrário do que os nossos irmãos galegos começaram logo a fazer após a conspiração do ano passado, os montes aguardam a sua vez.

Está descoberta a roda! E gira! E gira, e gira, e gira...

Até ver.

Até deixar de haver.

Até nos começarmos a mexer.

2 comentários:

blogstars.com.br disse...

Informamos que este BlogStars esta concorrendo ao selo dourado do dia 07/Maio/2007 à 13/Maio/2007 - Confira no site blogstars.com.br !

Observação : O BlogStars que ficar na segunda colocação no final da votação da semana voltará a concorrer durante a próxima semana - valido apenas para 2 (duas) semanas seguidas.

Rogermad disse...

"Os bombeiros? São voluntários. Os incendiários também."

ahahah