segunda-feira, setembro 08, 2008

Braga: acidente grave

 Rua dos Chãos, 18h. Acidente ocorreu do lado esquerdo da imagem junto ao taipal (onde se encontra o camião). Esta imagem não manifesta a dimensão do ocorrido.

Acidente em Braga, mais concretamente na rua dos Chãos em pleno centro histórico. Quando lá passei, pelas 18h o aparato era grande: televisões, bombeiros, policia, protecção civil. Segundo me foi dado entender o prédio (em obras) terá ruído. Aparentemente (as versões são muitas) existem vítimas mortais e pessoas ainda soterradas (operários da obra e transeuntes ?). Uma desgraça, amigos. Sem mais comentários...

8 comentários:

Eduardo F. disse...

Quando soube que um prédio tinha desabado achei curioso a minha cabeça, à falta de mais informação, relacionar imediatamente o sucedido com o início das obras na avenida...

E se assim fosse, a trepidação seria suficiente para deitar por terra um edifício?
Acontece que o mesmo estava em obras. Porque é preciso reabilitar - quiçá construir de raiz - muitos dos que orlam a Rua dos Chãos, autêntico museu em degradação progressiva há muito tempo.

Há mortos confirmados, pelo que me disseram. Pelo menos 4, trabalhadores na obra, ainda a acreditar no que me foi veiculado.

Vidal disse...

Correcção: afinal o prédio que desmoronou (literalmente!) foi ao lado de um outro, esse sim em obras de requalificação (onde se encontavam as vítimas). Três vítimas mortais confirmadas. Resta saber as causas, teria ou não existido uma análise prévia do prédio que ruiu??? Eu conhecia-o, estava por assim dizer em estado de "decomposição". Tudo isto no dia em que tiveram início as obras do tunel...

Pedro Morgado disse...

caro vidal,

«Roubei» a foto, mas com a devida referência.

Abraço

Jota de Braga disse...

Estas coisas acontecem sempre por ...acidente. Deve haver agora um qq inquérito, e mais qq coisa. O centro despovoa-se e abrem-se túneis sem pensar nos que vivem aí, no centro. Inventar cidades e problemas!

Antonini disse...

Que dizer... Alguns centros de cidades deviam requalificados e habitados por pessoas "vivas" e criar o milagre das "cidades vivas"

Eduardo F. disse...

Vão sendo. Numas mais depressa que noutras. E em muitas há intervenções que chegam tarde de mais...

Anónimo disse...

caros colegas...
a queda do edificio nada teve a ver com as obras do tunel...
mas sim com o continuo e nao suportado escoamento do predio ao lado, o que efectivamente estava em obras...
ora, estando a zona ao lado do predio decadente sem qualquer sustentaçao ou protecçao, e devido á forte chuva que caiu na sexta feira anterior ao acidente, o predio, ja de si instavel, acabou por ruir literalmente para cima do que estava em obras, que nao era mais que uma zona desprovida de qualquer parede, tecto ou protecçao.
sei tudo isto pk as traseiras de minha casa dao para as traseiras do predio que ruiu.
assisti a tudo ao vivo no dia, foi terrivel mas posso garantir que a quedo do predio nao teve entao a ver com as obras do tunel mas sim com a sua fraca conservçao e com a falta de sustentabilidade do espaço adjacente.
atenciosamente, ana silva

Eduardo F. disse...

Cara Ana Silva.

Muito obrigado pelo precioso comentário que aqui nos deixaste.

De facto, ninguém melhor que uma pessoa que vive no local para nos informar.

Abraço.