sexta-feira, julho 06, 2007

Projectos de Novas Energias

Modelo: VanA tertúlia deste mês versa sobre as “Novas Energias” e aproveito esta oportunidade para promover um projecto inovador, o carro a ar comprimido MDI.
O que são?
“São carros que não utilizam combustíveis líquidos nem o gás que conhecemos. Movem-se pura e simplesmente a ar, e os gastos são de cerca de 1-2 euros de luz por carregamento das botijas que dão para cerca de 200 km.
A velocidade máxima é de 110 km/h, mas poupam-nos multas e levam-nos sem gastos onde mais nenhum conseguiu levar.
Os preços rondam os 5 a 9 mil euros, dependendo do tipo de carro.
Temos de deixar de sustentar os árabes à custa do nosso suor.
O carro deve a sua autonomia graças aos tanques de 90m3 de ar comprimido a 300 bars. A expansão do ar comprimido que entra no motor move os pistões que dão força ao motor.
O ar que sai do escape é ainda mais limpo do que entrou, pois é filtrado na hora de comprimir. O sistema de ar condicionado é baseado na reciclagem do ar. Devido a ausência de combustão a troca do óleo ocorre somente a cada 50.000Km.”

Para mais informações:


Gostaria, também, promover dois blogues relacionados com o tema:
- BioTerra: Espaço cibernético de debate de ideias sobre educação ambiental, muito bem conduzido/gerido por João Soares. Um espaço a consultar/visitar, em particular, o dossier sobre Eficiência Energética.

- Energias Renováveis: Para um melhor conhecimento sobre novas energias, este é o blogue ideal. Vale bem a pena visitá-lo. Consultando a sua nota editorial: “este blog é criado com o intuito de compilar diversas informações sobre Energias Renováveis, bem como partilhar conhecimentos.” Para além de todos os links e categorias que dispõe, gostaria de salientar a categoria sobre “Biocombustíveis” (tema muito em voga).

Há 2, 3 anos tomei conhecimento de um excelente estudo sobre a produção de Biodiesel. Para falar melhor sobre esse estudo desafiava o jovem Eremita a participar no Georden, com a publicação (posterior) de um artigo-resumo. Será que estás com energia para aceitar o nosso convite?

1 comentário:

Vasco disse...

Obrigado pela referência! Espero poder continuar a contar com a vossa visita