quarta-feira, abril 04, 2007

Património Mundial da Humanidade

Foto: Eduardo F.


Em pleno centro histórico da cidade de Guimarães, na zona de Couros, este era um aspecto de uma habitação. Apenas um sinal mais do abandono a que o modelo de reprodução capitalista nos vem habituando.

Inciativas de recuperação, requalificação (ou revalorização) dos centros históricos, nas quais a iniciativa da UNESCO se inclui, vêm dar um ar um bocadinho mais humano. Mas, atendendo às forças contrárias, não deixa de parecer um pouco artificial.

O Centro Histórico de Guimarães foi classificado Património Mundial pela UNESCO, a 13 de Dezembro de 2001. A fotografia foi tirada em Maio de 2005.

Ligações

3 comentários:

Rogermad disse...

Penso que esta encontra-se em Centro Historico nao classificado.

Logo, fica esquecida...

Alias, quase todo o centro historico nao classificado esta ao abandono.

Saudacoes geo,

Roger

Anónimo disse...

http://www.guimaraesdigital.com/index.php?a=noticias&id=33717

Rogermad disse...

De facto fico bastante contente com a notícia...

Mas da assinatura do protocolo à realização da obra vai uma distância temporal muito longa...

Espero que obtenham financiamento para elaborar estudos e concretizá-los, caso contrário, o protocolo foi de fachada e o projecto irá pró boneco. Veremos!

O campus de Azurém ainda está por terminar... quem acredita que o "Campurbis" será uma realidade?
No meu primeiro ano, durante o Inverno, necessitava de apanhar "um barco" para ir à UMinho. Mas agora ouvi dizer que já se vai a pé e de sapatinhos e no futuro ainda não teremos instalações para cursos a leccionar em pré-fabricados mas teremos um relvado para dar umas tacadas de golfe.
Não critico o equipamento que está a ser construído em Azurém, porque o campus é tão carente de infra-estruturas desportivas que qualquer coisa que venha, aceitamos de bom agrado! Muito bem...

Após a classificação de "Património Mundial", o "Capital Europeia da Cultura em 2012" será, de facto, uma oportunidade para toda a cidade. Esperemos!

Para além da requalificação da Zona de Couros, convém lembrar que é necessário requalificar a zona do Castelo, o Monte Latito (ou se quiserem "Colina Sagrada").
Ainda estava eu no secundário e já ouvia dizer que toda aquela área iria sofrer obras de restauro e requalificação. Para quando?
"A culpa é do IPPAR!"

Saudações geo,