terça-feira, abril 03, 2007

E Agora ?

Deambulações também se fazem a ver televisão. De preferência à noite, quando a clarividência mental se encontra descansada do bulício diurno.

O programa, às tantas da madrugada, era uma chamada "reposição". Mas que estava a ver pela primeira vez. Era o programa dos bombeiros, na RTP 2.

Destas coisas não fazem notícia nos telejornais. Mas podiam. Aliás, deviam.
O caso é que em Sines, grande pólo industrial, caso ocorra um acidente tecnológico que envolva a petroquímica, os bombeiros não têm meios de resposta. Referiu-se que uma maré negra (e não poderemos contar com Nossas Senhoras...) é um risco provável. Mais, a unidade mais próxima capacitada para respostas deste tipo encontra-se em Setúbal, a cerca de 100 kms.

Uma proposta foi feita à Câmara de Sines para criar uma nova corporação de bombeiros, pois, dizia-se, Sines tem-se desenvolvido muito (leia-se "crescido muito") e a existente já tem dificuldades para as ocorrências habituais. A nova unidade procederia - como acontece para outras operações - a simulações periódicas de modo a enfrentar o potencial problema com preparação.

O planeamento parece vir sempre depois. Como os prognósticos...

2 comentários:

giò disse...

ciao da lugano (switzerland) - giovanna

Eduardo F. disse...

Excusez-moi, mais je parle rien de l'italien. J'espere que nôtre blogue soit utile pour vous.

Merci de vôtre atention.
Eduardo F.