segunda-feira, julho 09, 2012

Ninguém leva a mal…

Vidal: Zona da Quinta da Armada, São Victor, Braga (08-07-12)


O mais curioso neste (suposto) arraial minhoto era não aparentar ser um arraial nem (muito menos) minhoto. Um arraial é uma festa popular ao ar livre, por vezes associada a uma romaria, e neste caso apenas se verificava a parte do “ao ar livre”, de festa nem sombras, e popular não é certamente sinónimo de brejeiro. Pelo menos a entrada seria à borla. Não basta ter música(?), mais um tipo a debitar uns supostos concursos e anúncios, normalmente associados a comida, e mais comida (o objectivo seria arranjar fundos para uma associação de bairro?). E não chamaríamos música – e muito menos música popular ou tradicional – àquilo: uns altifalantes a roncar decibéis imperceptíveis, ora a grunhir música de discoteca tipo “carrinhos de choque”, ora brasileirices intragáveis, ora (uma ou outra) portuga daquelas de bradar. E repetidas. Umas e outras: sempre as mesmas. De minhoto talvez porque aconteceu em Braga. E arraial, só se foi de comida…

Sem comentários: