sexta-feira, julho 27, 2012

175

A história económica, que se desenvolveu inteiramente em torno da oposição cidade-campo, chegou a um estádio de êxito que anula ao mesmo tempo os dois termos. A paralisia actual do desenvolvimento histórico total, em proveito da exclusiva continuação do movimento independente da economia, faz do momento que começam a desaparecer a cidade e o campo não a superação da sua cisão, mas o seu desmoronamento simultâneo. O desgaste recíproco da cidade e do campo, produto do desfalecimento do movimento histórico pelo qual a realidade urbana existente deveria ser superada, aparece nesta mistura ecléctica dos seus elementos decompostos, que recobre as zonas mais avançadas da industrialização.



Guy Debord, A Sociedade do Espectáculo, Ed. Antígona, 2012
O texto original data de 1967.

Sem comentários: