quarta-feira, maio 09, 2012

Metáfora do dia

La Notte (1961), Michelangelo Antonioni
(imagem emprestada daqui)


"Se tais imagens parecem vazias é por o homem estar ausente delas mas sobretudo por esta ausência suspender a legibilidade da imagem à entrada em campo de uma personagem ou figura identificável e condenar o olhar do espectador a errar à superfície duma imagem que não tem outra medida senão o infinito horizontal de um espaço contínuo a perder-se de vista..."

José Moure, "Michelangelo Antonioni - Cinéaste de l'Évidement", Ed. L'Harmatan, Paris, 2001, p.95 (excerto traduzido por Edward Soja)

Sem comentários: