terça-feira, agosto 28, 2007

Plano Inclinado

Vidal: Julho

A imagem acima ficará ao rigoroso critério interpretativo e sapiente dos leitores. Falarei do sítio e da situação. Costumava fazer o caminho em direcção à Universidade do Minho (Gualtar), ou para apanhar a ligação BUS para o Campus de Azurém ou para frequentar as bibliotecas ou, ainda, para uma reunião marcada, paradoxalmente, na escola de Ciências Sociais (estudava em Guimarães), seguindo o famoso atalho que atravessa a assassinada Quinta da Armada (entre outras) e alguns terrenos de ninguém. No trajecto sabia, à minha direita, lá em baixo, a rua de Santa Cruz, à esquerda terrenos do convento e, em frente, o hospital psiquiátrico de São Marcos.

Recentemente refiz o trajecto animado de surpresas. Sabia-o. Na encosta sul, a rua de Santa Cruz já se perdeu num burburinho entremeado de prédios até ao atalho. Este, continua a secar no verão e a permitir combates de lama no Inverno. Parte dos terrenos, jogam-se num emaranhado jurídico à espera da sua vez. Entretanto, o caos impera (será de todo impossível planear seja o que for), esforçando-se por rechear os últimos resquícios, encostando o jogo da malha dos pacientes do hospital ao seu limite de insignificância.

Aqui chegado, desço à direita rumo às esplanadas que antecedem as aulas do dia. Jogam-se cartas entre exames e cábulas. Estamos em Julho quase Agosto. Encontro o Mercedes acrobata da fotografia a surripiar o último dos estacionamentos da zona. O último. Com um derradeiro fôlego desço entre automóveis e cadeiras de esplanada, tentando vislumbrar um naco de monte: Bom Jesus. Ali está ele a verdejar onde pode, está claro. Ainda a tempo, o sr. “Manel” do Gota arrisca: “não mudou nada. Está pior. Vai uma mini?”

4 comentários:

Marcelo disse...

De Braga guardo uma imagem anacrónica. já não a reconheço. E não serei único.
Bom Blog. Bom artigo, tipo crónica.

mateus rosé disse...

Uma Mini Já ia já...mas noutras esplanadas..

Rogeriomad disse...

A foto está fabulosa. E o artigo lembra-me alguns momentos da minha vida... Muito bem! ;)

martinho disse...

boa perspectiva!