sábado, junho 18, 2011

Mapa de fluxos de informação - 15M

Na natureza das sociedades humanas, a informação propaga-se de formas muito diferentes. A forma como se propaga tem uma importância vital tanto para a própria existência da vida como para o tecido social. No BIFI [Instituto Universitário de Investigação Biocomputação e Física de Sistemas Complexos, da Universidade de Zaragoza] perguntamo-nos como foi o processo de propagação da informação, se é ou não parecido com outros processos e se podia ter sido previsto.*





O estudo realizado em colaboração com Cierzo Development tinha como objectivo investigar, por um lado, as propiedades estatísticas da informação difundida e, por outro, como são os padrões de conectividade entre aqueles que emitem essa informação e entre aqueles que a recebem.

O estudo compreende o período entre o 25 de Abril e o 26 de Maio de 2011. A partir das 70 palavras-chave relacionadas com o movimiento 15M, fez-se o rastreio de todas as mensagens trocadas entre usuários que continham uma destas. No total detectaram-se e usaram-se 581.749 mensagens provenientes de 87.569 usuários. Os dados aqui analisados representam aproximadamente um terço de todas as mensagens e posts gerados no mundo. A partir destes dados, espera-se contar com novas fontes e colaborações para aprofundar ainda mais o estudo deste tipo de redes complexas.

Através de ferramentas computacionais e da teoria das redes complexas, na qual o BIFI é uma referência mundial, analisaram-se e relacionaram-se as palavras-chave que se foram criando através de uma popular rede social.nonosvamos ou democraciarealya, foram as primeiras a ser criadas. Seguiu-se um mais genérico genérico 15M, fazendo referência à data da primeira concentração. Posteriormente, a reunião de pessoas na Puerta del Sol de Madrid deu lugar a acampadasol, e a esta logo se seguiram outras em toda a geografia espanhola, as quais deram lugar a acampadabcn, acampadavlc, acampadagranada, acampadazgz, acampadabilbao e um extenso etc..., para chegar finalmente a globalcamp.

Poder obter uma quantidade suficiente de dados estatísticos em tiempo real é uma oportunidade única. Outros eventos de seguimento massivo -como os desportivos- tendem a estar demasiado concentrados numas poucas horas. Outros temas com muita estatística costumam ser de variação lenta. Algo como o 15M é uma situação perfeita para os estudos de formação e propagação de redes. E a sua presença online permite obter una informação que depois se poderá extrapolar a outras redes similares das quais não se podem obter dados directos.


Fonte: 15Mbifi.es
Tradução de Eduardo F.

* - O objectivo é prever para controlar.
Já se sabe. Não é despiciendo, portanto, com quem fica esse saber.


E por cá, como seria?

E amanhã, 19 de Junho de 2011 - dia em que em mais de 800 cidades no mundo se vai sair à rua - como será por cá?
(A normalidadezinha mesquinha do costume, já tememos...)


Não olhes
(apenas)
:
Junta-te.

Sem comentários: